5 motivos que impedem a publicação de um site

5 motivos que impedem a publicação de um site
Do briefing à hospedagem. O caminho para a criação de um site é marcado pela busca do consenso entre os vários interessados no projeto. Alguns conflitos podem dificultar e até inviabilizar a entrega da aplicação se não forem observados com antecedência. Aqui você vai descobrir os 5 motivos que impedem a publicação de um site.

1 – Ausência de conteúdo

Se a responsabilidade pelo conteúdo é do cliente, atenção. Na minha experiência, o primeiro lugar na lista de impedimentos é a ausência das informações (texto, imagens e vídeos) que irão ocupar as páginas do site. Problema também se o conteúdo vier diferente das áreas definidas em wireframe e layout.
Para resolver esta questão, dê clareza ao contratante de sua participação no projeto e gere um guia com o volume esperado para cada área. Se puder absorver a produção de conteúdo dentro do projeto, melhor ainda. Caso contrário, faça um acordo formal dando clareza de que o site será considerado entregue se o conteúdo não for enviado no prazo estabelecido.

2 – Falhas de navegação estão entre os principais motivos que impedem a publicação de um site

O cadastro de conteúdo foi realizado, mas os usuários não conseguem navegar por todas as páginas previstas. Umm, parece que alguém esqueceu de produzir um template ou de corrigir uma falha no código. Este é o sinal de que o processo precisa de um teste prévio antes da fase de liberação para o cliente. Ou ainda de que é preciso estabelecer um prazo para as correções identificadas.
Os motivos que impedem a publicação:
  • Falha no menu
  • Páginas não encontradas
  • Quebra nos formulários
  • Links quebrados (urls inexistente, sem links etc)
Nestes casos, recomendo que o time de desenvolvimento atue de forma urgente para corrigir os erros apontados e previamente validados como falha do projeto. Ai vale a pena ter clareza do que era previsto e o que é novidade. Assim o cliente terá clareza de que todos estão trabalhando para o sucesso do projeto.  Comunicação frequente e cronograma claro de resolução ajudam no atendimento.

3 – Alterações na estrutura aprovada

Ah, cuidado aqui com os pedidos que chegam aos poucos. Isso pode desgastar o time com a sensação de que o projeto não tem fim. O papel do gestor de projetos é distribuir a responsabilidade. Se a fase de Q&A falhou e o cliente recebeu o projeto com erros, é fundamental corrigir logo e reconhecer. Mas se o contratante está querendo novidades, é preciso dar clareza do que não estava previsto no escopo.
Se você está disposto a absorver as novidades, tudo bem. Só não esqueça de que isso pode reduzir a margem de lucro do projeto. Entendo que, muitas vezes, essa também é uma saída para minimizar desgastes na relação e focar na entrega do projeto. Bom senso será sempre importante para equilibrar os interesses do time técnico, empresa e cliente.

4 – Incompatibilidade na hospedagem

Já falamos aqui sobre a delicadeza envolvida na publicação de um projeto web. A tensão fica maior quando o cliente é o responsável por fornecer acesso a servidor de hospedagem e domínio. Se por desconhecimento técnico ou falha humana ele fornece dados incompatíveis com o site desenvolvido, alerta vermelho. O site já aprovado não poderá ir ao ar por quebras de funcionalidade. Por isso, seja claro nos requisitos que envolvem a hospedagem e crie um ambiente de homologação já no servidor final para evitar que a virada entregue surpresas difíceis.

5  – Dificuldade de aprovação do cliente

Se você vai gerenciar um projeto customizado, saiba que a participação do cliente é fundamental. Ele é mais um integrante do seu time e precisa estar alinhado com as fases de desenvolvimento. Considere portanto, que o atraso ou ausência de aprovações pode inviabilizar o trabalho de alguém da sua equipe e até impedir que o site alcance o prazo combinado. Saiba como atuar:
  • Mapeei com clareza a  sua jornada de desenvolvimento e identifique os pontos de toque com o cliente.
  • Dê clareza dos prazos máximos de aprovação e o que acontece em caso de descumprimento
  • Atrele o pagamento às fases do projeto (nem tudo antes, nem tudo depois)
  • Estabeleça o canal de comunicação com o cliente e registre todas as tentativas
  • Defina como funcionará a fase de ajustes e o volume de aprovações

Dica bônus:

Quer descobrir como reduzir os motivos que impedem a publicação de um site?

Inscreva-se na nossa newsletter e a acompanhe a nosso série sobre processos e produtividade em projetos digitais.

Larissa Lima on FacebookLarissa Lima on Linkedin
Larissa Lima
Graduação em jornalismo, pós-graduação em comunicação empresarial, dezenas de cursos e desde 2001 com o compromisso diário de unir ideia, escopo e equipe para a realização de projetos digitais relevantes.

O espaço é seu: comentário, dúvidas, sugestões